Outubro: mês internacional das bibliotecas escolares

O mês das bibliotecas escolares possui forte atividade no conjunto das bibliotecas, com exposições, com a formação de utilizadores, a comemoração de dias representativos para a comunidade escolar. Sendo um mês internacional, mal seria não contactarmos com realidades diferentes da nossa. A IASL permite a troca de contactos com escolas no exterior e realizam-se sessões skype e trocas de marcadores de livros. Os nossos marcadores de livros levaram um pouco das nossas tradições, desde o fado, até o galo de Barcelos, passando pelos monumentos emblemáticos, os lenços de amor, os azulejos e os caretos transmontanos. Estes foram até à Índia, Croácia, Canadá e Espanha.

Exposições

Formação de utilizadores

A totalidade das turmas do 2º ciclo passaram pela biblioteca para recordar ou aprender a melhor a utilizar a biblioteca e tirar o melhor proveito dos recursos existentes.

Aventuras internacionais

video partilhado pela escola de Espanha, da responsabilidade de Carmen Herraiz Pérez

 

 

 

A implantação da República e a participação portuguesa na I Guerra Mundial

Celebra-se a 5 de outubro 104 anos em que o regime republicano foi implantado e comemora-se o centenário do início da I Guerra Mundial (1914-1918), na qual Portugal participou para auxiliar a Inglaterra, afirmar o recente regime republicano e garantir a posse das colónias africanas ultramarinas. A entrada de Portugal na guerra deu-se em 1917, era presidente da república Bernardino Machado.

Entre o dia 29 de setembro e 13 de outubro decorre uma exposição na Biblioteca. Podes participar num concurso ao explorar a exposição através do guião e habilitar-te a ganhar prémios!.

Saber +

A Hemeroteca de Lisboa disponibiliza um dossier online sobre a participação portuguesa na I Guerra Mundial.

Fotos da exposição:

 

5 de outubro

A Implantação da República Portuguesa foi o resultado de uma revolução organizada pelo Partido Republicano Português,  iniciada no dia 2 e vitoriosa na madrugada do dia 5 de outubro de 1910, que destituiu a monarquia constitucional e implantou um regime republicano em Portugal. Para assinalar os 104 anos da Implantação da República, a Biblioteca Escolar e o Grupo de História promoveram uma exposição com documentos e notícias da época e os diferentes Presidentes da República em caricatura. Aqui ficam algumas fotos!

SAMSUNG CAMERA PICTURES SAMSUNG CAMERA PICTURESSAMSUNG CAMERA PICTURESSAMSUNG CAMERA PICTURES   SAMSUNG CAMERA PICTURES SAMSUNG CAMERA PICTURES SAMSUNG CAMERA PICTURESSAMSUNG CAMERA PICTURES    SAMSUNG CAMERA PICTURES  SAMSUNG CAMERA PICTURESSAMSUNG CAMERA PICTURES SAMSUNG CAMERA PICTURES

A I Grande Guerra

O Público tem vindo a publicar artigos sobre a Primeira Grande Guerra, celebrando os cem anos do seu início. Portugal em 1917, com o Corpo Expedicionário Português,  para afirmar a República e assegurar a sua presença no continente africano, entra na guerra ao lado dos aliados. A batalha de La Lys ficou na memória de muitos portugueses, pela firmeza no combate e pelas perdas num só local, em que se destacou o soldado Milhões.  O Público adicionou uma galeria de imagem em que mostra a participação portuguesa na I Grande Guerra, desde a preparação em Portugal e o embarque para terras francesas. Também, adicionou outra galeria de imagens associada a objetos usados na guerra e no início do século XX.


 

12_de_Fev._1917_Joshua_Benoliel

Embarque dos solados do Corpo Expedicionário Português

Fonte: Fundação Mário Soares

640px-Trincheiras_La_Lys

Batalha de La Lys: as trincheiras.

Fonte: Wikipédia, artigo correspondente.

Fonte: Canal British Pathé

Implantação da República

A implantação da República

2013-10-04 11.08.10

5 de outubro de 1910

Exposição que esteve patente na Biblioteca Escolar da Escola Básica de Alpendorada. Baseada em fotografias da época, jornais e caricaturas pretendeu sensibilizar os alunos para duas épocas diferentes: a Monarquia, em que o rei era criticado pela forma como gastava mal os dinheiros públicos, e a República, novo regime político que queria afirmar-se como solução para os males económicos da nação e os vícios dos políticos.

A revolta deu-se na madrugada de 5 de outubro de 1910 em que militares, políticos e populares se juntaram para derrubar a monarquia e iniciar um novo regime político. Nesse mesmo dia o rei, D. Manuel II, mais a sua família, foge de Portugal para Inglaterra.

A “coisa pública”, ou seja tudo aquilo que é pago com os nossos impostos, ensino, saúde, segurança, etc., ficou inscrito numa Lei fundamental, a Constituição, aprovada em 1911, depois de eleições para o parlamento.

O primeiro presidente da República eleito foi Manuel de Arriaga (1840-1917).

r2Descobre mais sobre os presidentes da república

Descobre mais sobre a primeira república